Projeto Flórida

Depois de retratar as histórias nas ruas de Hollywood no incrível Tangerine, o diretor e roteirista Sean Baker vira o holofote para os menos afortunados no centro de Orlando, Flórida. Dessa vez acompanhamos o mundo pelo ingênuo olhar de Moonee (Brooklynn Prince), uma criança de seis anos que vive com Halley (Bria Vinait), sua jovem mãe que luta para conseguir cuidar de sua filha. Juntas eles vivem em um velho hotel na beira da estrada e vivem uma batalha diária para sobreviver com seus poucos recursos mais muita criatividade. Ainda assim com todos os problemas as duas tem uma espécie de anjo da guarda, que é Bobby, o gerente do hotel vivido por Willem Dafoe em espetacular atuação.

Quem não conhece o trabalho de Sean Baker pode imaginar que “O Projeto Flórida” é apenas um típico drama repleto de clichês, mas não. Longe disso. Lindamente filmado em 35mm, exceto em sua sequencia final que foi filmada por um Iphone 6S Plus, o filme é um nostálgico retrato da juventude e da vida do americano. Um raro e belo exemplo de naturalismo cinematográfico que Sean Baker traz na maneira de filmar e contar a história.

Todos os adultos vivem suas inseguranças e frustrações, representadas em suas aspirações profissionais. Já as crianças são vistas como crianças são de verdade, falando suas besteiras e tirando sempre o melhore de cada um de seus dias, graças a sua imaginação, capaz de transformar a mais banal e complicada vida em uma grande aventura. É incrível como todos os prédios e casa são tão grandes e coloridos, fazendo aquele lugar parecer uma terra de fantasia para aquelas crianças. Sendo a maneira que eles enxergam o mundo, como um grande playground a ser desbravado. O mais curioso fica o fato de Moonee e seus amigos viverem tão próximo da Disney e eles terem o seu próprio Magic Kingdom no quintal de casa, afinal não é coincidência que o hotel se chama Magic Castle.

Além disso, como em seu trabalho anterior, Baker consegue atuações fantásticas e carismáticas mesmo trabalhando com não atores ou novatos. Com o destaque ficando para as incríveis atuações de Brooklynn Prince e de Bria Vinaite, que foi descoberta pelo diretor no Instagram .

Doce, simples e verdadeiro, Projeto Flórida consolida Sean Baker como um dos mais interessantes nomes em Hollywood no momento, conseguindo a cada novo filme aperfeiçoar a arte de capturar a vida real em toda a sua essência.

Renato Maciel

btn_donateCC_LG

Um comentário em “Projeto Flórida

  1. Ó eu aki tra veiz !!!
    Project Florida é genial desde o título. Fiquei surpreso ao saber que o tal project, além dos conjuntos habitacionais, faziam referência ao primeiro nome da empreitada de construção do maior parque temático da pantanosa Orlando.
    Igualmente surpreso fiquei ao saber que a Bria Vinait, até então uma deboísta weed-fashionista foi descoberta pelo Instagram! Que olhar desse Sean Baker.
    Acompanhar as risadas, as lágrimas e o silêncio coletivo na sala durante a exibição foi uma experiência ímpar.
    E a realidade está em todos os lugares; nas locações, na venda de perfumes, no subemprego… melhor que isso, só a maestria de cenas como a da Moonee no banheiro, ou a do Bobbie cortando o mal pela raiz (sem spoilers). Tudo escancarado, sem nada mostrar.
    Por fim, assistir a uma pedrada dessas e ter uma filha apaixonada pela vida como a Moonee (ieeeeei Patricia) te esperando em casa eleva a experiência do filme a um patamar gutural.
    Até hoje não sei direito como lidar.
    Simplesmente obrigatório.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s