patreon_mensagem-600x265

A Star is Born, de Bradley Cooper

Com Bradley Cooper, Lady Gaga, Sam Elliott, Andrew Dice Clay, Rafi Gavron e Dave Chappelle.

Caros amigos leitores, quem me conhece há algum tempo, sabe da minha paixão pela sétima arte e de como ir ao cinema continua imensamente prazeroso. É na sala escura que testemunhamos grandes sensações, um turbilhão de sentimentos, emoções que vem à tona e fazem você se desligar um pouco do mundo conturbado em que vivemos.

Essa introdução é proposital e tem como objetivo fazer você assim que tiver uma oportunidade, correr para o cinema e ter a chance de se emocionar muito ao ver Nasce uma Estrela.

Na verdade essa é a quarta versão desta historia. A primeira foi em 1937, depois tivemos nossa amada Judi Garland e Barbra Streisand respectivamente. E não é que essa historia ainda tem muita lenha pra queimar? Agora, em 2018, Bradley Cooper e ninguém menos que Lady Gaga tem a chance de nos emocionar com a linda historia de Ally (Gaga), uma jovem que sonha em ser cantora, mas que trabalha em um restaurante para pagar as contas e sobreviver.

Para fugir um pouco da vida chata, volta e meia, ela se apresenta em um clube noturno, sendo sempre incentivada pelo pai e pelo melhor amigo. Um belo dia, o clube recebe a visita do astro da música Rock/Country Jackson Maine (Cooper). Ele de cara presta atenção na jovem e decide ajudá-la em sua carreira e com isso uma bela e triste história de amor se desenvolve.

Nasce uma Estrela tem como função básica e nobre te emocionar, coisa que na verdade não é muito difícil no cinema, mas aqui, a emoção você sente que é com qualidade. Com certeza é o projeto mais ambicioso do ator Bradley Cooper que assina a direção (anteriormente dada a Clint Eastwood) e a produção, além de atuar ao lado de Gaga.

Toda complexidade do ator é posta a prova em uma atuação incrível; fazer um astro do Rock, onde a fama cobra um preço muito alto. Cantar ao vivo sem dublagem e ainda passar muita verdade, não é fácil. Jackson Maine é alcoólatra e viciado em drogas e fica evidente o cuidado da direção em colocar isso para o espectador, já que a medida que Ally, ao seu lado vai ganhando os louros do sucesso, Maine vai se esvaindo em drogas e vendo sua carreira e sua vida terminando.

Esse contraponto é perfeitamente bem colocado na atuação madura de Lady Gaga, que aqui mostra todas as facetas de uma boa atriz e dona de uma das vozes mais incríveis da musica mundial. A sintonia dos dois é fabulosa, onde cada um percebe de forma bem orgânica o timming de cada cena e a importância mesmo que em direções opostas. Fruto de como o mercado fonográfico e como as oportunidades aparecem sem deixar olhar para trás.

Nasce uma Estrela tem uma fotografia belíssima, usando e abusando dos movimentos de câmera, que em muitas vezes são nosso olhos e conseguem transmitir todo sentimento da cena. Dotado de um som espetacular, e números musicais originais fabulosos, o longa com certeza estará presente nas premiações daqui a alguns meses.

Nasce uma Estrela em outras palavras é um excelente filme, completo e super competente em seus pilares (atuações, roteiro e direção) vai te emocionar muito, e como um bom amigo, já aviso, preparem os baldes porque o choro aqui é livre.

Marcelo Perelo

btn_donateCC_LG

Anúncios