patreon_mensagem-600x265
Avengers Endgame, 2019. De Joe e Antony Russo. Com Robert Downey Jr. Chris Evans, Scarlett Johansson, Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Brie Larson, Don Cheadle, Paul Rudd, Jeremy Renner e Josh Brolin.

Quem imaginaria que ir ao cinema em 2008 para assistir ao filme do até então pouco conhecido Homem de Ferro, se tornaria o começo de uma das mais longas e bem sucedidas experiências cinematográficas na história?

São 22 filmes ao longo de 11 anos onde a Marvel Studios além de erguer seu império, foi construindo a épica jornada da chamada Saga do Infinito, que culmina em Vingadores: Ultimato, onde seus mais poderosos heróis precisariam lidar com o resultado do confronto com Thanos, que resultou em metade de todos os seres vivos do universo sendo dizimados.

Após o impacto causado ao final de Guerra Infinita era inevitável imaginar que encontraríamos os nossos heróis devastados com a derrota e esse sem dúvida é um dos pontos mais importantes e interessantes do filme. Afinal, após acompanharmos 21 filmes deles sendo completamente poderosos e imbatíveis, nos deparamos com uma versão fragilizada dos chamados heróis mais poderosos da terra.

A perfeita escolha da trilha sonora ajuda a embalar o tom do filme, não só a marcante trilha de Alan Silvestri, mas a escolha de músicas clássicas de rock como Dear Mr. Fantasy da banda Traffic que aparece logo no começo do filme, ajudam a definir perfeitamente o momento em que eles se encontram. Afinal, ver os personagens lidando com o luto, aprendendo a viver com suas escolhas e tentando recolher os cacos de esperança é de longe o coração do filme, que acabam resultando inclusive em alguns dos melhores momentos dos atores vivendo esses personagens.

Isso também se dá graças ao excelente roteiro escrito pela dupla Christopher Markus e Stephen McFeely, que já é experientes com os personagens da Marvel. Eles injetam as famosas doses de humor já famosas dos filmes do MCU, mas que em nenhum momento diminuem a gravidade da situação que os heróis se encontram.

Além disso eles mais uma vez fazem milagre e encontram espaço para todos os heróis brilharem, além de apresentar diversas referencias e momentos que servem de homenagem para esses 11 anos do universo cinematográfico do estúdio. Tudo claro, fluindo extremamente bem, o publico nem sente as impactantes três horas de duração do filme.

Claro que nem tudo é perfeito, até porque reparar os feitos causados pelo estalar de dedos do Thanos é um grande problema e isso junto com a expectativa criada ao redor do filme pode ser um problema para a maioria dos fãs.

A escolha de utilizar a já tão comentada viagem pelo universo quântica resulta em alguns dos problemas do filme, não que isso atrapalhe o entretenimento e a história, mas a partir do momento que você trabalha conceito de linhas temporais se o público não embarcar nas “regras não ditas” criadas pelo filme para trabalhar tal conceito, ele pode acabar pensando demais e encontrado coisas que no fundo não fazem muito sentido.

Ainda sim os irmãos Joe e Anthony Russo dominam a atenção do público, que se vê investido na história desde o primeiro momento. A dupla talvez seja a melhor a entender os personagens da Marvel, ampliando sempre os arcos dos personagens e sabendo bem como guiar à história deles para frente, especialmente a relação de Tony Stark (Robert Downey Jr) e Steve Rogers (Chris Evans) que segue estremecida desde os eventos da Guerra Civil.

Além disso, os diretores possuem uma visão fantástica para as cenas de ação, criando grandiosos e épicos set pieces que se tornam a maior catarse nerd que o cinema já viu, elevando um novo patamar para o cinema blockbuster. 

Emocionante, nostálgico e épico, Vingadores Ultimato é um “encerramento” com chave de ouro para uma geração de heróis e uma conclusão digna para uma base de fãs tão fiel que seguiu investida onze anos durante os altos e baixos do MCU. Agora que venha a nova grande saga, repleta de novos heróis, vilões e possibilidades que ajudem ao crescimento do universo cinematográfico da Marvel. Avante Vingadores!

Renato Maciel

Curta nossa página no Facebook, Youtube, Twitter e Instagram e participe! Deixe sua opinião sobre o filme neste post ou nos mande um e-mail dizendo se concorda ou discorda da gente, deixando sua sugestão ou crítica: contato@ratosdecinema.com.

catarse LOGO
Patreon_LOGO
Padrim_LOGO
Essa imagem tem um atributo alt vazio; o nome do arquivo é ratosdecinema
Você já conhece o PRIME PASS.?
Essa imagem tem um atributo alt vazio; o nome do arquivo é card-affinibox.jpg

Curta nossa página no Facebook, Youtube, Twitter e Instagram e participe! Deixe sua opinião sobre o filme neste post ou nos mande um e-mail dizendo se concorda ou discorda da gente, deixando sua sugestão ou crítica: contato@ratosdecinema.com.

Anúncios