Retrato de uma Jovem em Chamas

(Portrait de la Jeune Fille en Feu, 2019), de Céline Sciamma. Com Adéle Haenel, Noémie Merlant, Luanna Bajrami, Armande Boulanger e Valeria Golino.

Retrato de uma Jovem em Chamas é um romance de época que aborda temas bastante atuais. Escrito e dirigido pela cineasta francesa Céline Sciamma (Tomboy), o filme usa uma história poderosa em simbolismo e belas imagens para narrar o surgimento de um amor na Europa do século XVIII.

 Na trama, Marianne (Noémie Merlant), é enviada a uma ilha para pintar o retrato da jovem Héloise (Adèle Haenel), imagem essa que será entregue ao futuro e desconhecido marido. Como a jovem não quer se casar, ela precisa fazer a pintura em segredo. Ela passa a atuar como uma dama de companhia, onde passeia e observa Héloise durante o dia e pinta durante a noite. As duas acabam se aproximando em uma relação com prazo para terminar, conforme a pintura vai ganhando vida.

É um filme delicado e contemplativo; dois elementos que vão de encontro a natureza do trabalho da pintora, de observar e registrar em sua mente os traços de sua modelo. Passado todo praticamente em uma ilha, o filme tem belíssimas locações e esse recanto isolado traz um local permanentemente habitado por mulheres.

Em uma de suas primeiras cenas, acompanhamos Marianne em um pequeno barco repleto de homens e quando seu material cai na água, a mesma não hesita em se jogar na água para recuperar seu material. Uma cena curta, mas que já diz muito sobre a personagem.

Usando a liberdade dos passeios e o contato com a natureza como estímulos, com o tempo as duas vão se abrindo em uma relação que cresce na troca de confidências e na troca de olhares, mas se Marianne tem um objetivo a ser cumprido, os olhares de Héloise encontram na pintora a beleza e a força de uma mulher que parece ter traçado seu próprio caminho, escapando do desfecho destinado a ela.

O design de produção e a fotografia são elementos importantes na construção dessa relação, alternando entre a natureza fria da ilha e os ambientes dominados por madeira do interior da casa. Os figurinos das personagens trazem vestidos de cores que dialogam entre si e representam a personalidade de cada uma delas. É válido notar que a única personagem que têm seu vestido trocado é Héloise, que vai de encontro a mudança da situação da personagem dentro do filme.

 Em um tempo onde a pintura era o único meio de se registrar a imagem de uma pessoa, essa questão da imagem e da lembrança são temas importantes que se tornam primordiais, principalmente no terceiro ato. A própria arte passa a ser um alento e uma fonte de conexão entre as personagens.

Noémie Merlant traz em sua caracterização a delicadeza e a determinação digna de uma personagem que escolheu a arte como caminho e não vai abrir mão de seus desejos e sonhos por questões da sociedade. Já Adèle Haenel é muito eficiente em enaltecer a tristeza e a transformação de uma personagem fadada a uma vida que não escolheu, mas que encontra no caminho beleza e sentimentos então desconhecidos para uma mulher que cresceu afastada de um mundo que pouco conhece.

Ver florescer sentimentos, intimidades e as descobertas decorrentes delas, são os momentos mais bonitos de um relacionamento e o filme também traz isso. A ilha se torna por um curto período de tempo uma espécie de pequeno paraíso onde elas podem ser quem realmente são, tendo de aproveitar cada pequeno momento, pois em breve o mundo vai estar de volta e será cobrado delas resultados e comportamentos. O fato do pequeno paraíso só ser possível diante do isolamento do mundo, só torna tudo mais triste e único.

Retrato de uma Jovem em Chamas é um filme delicado, cheio de simbolismos, traz mensagens poderosas e atuais em seu subtexto e têm em sua cena final um dos momentos mais bonitos de 2020 nos cinemas. O filme traz a contradição de sentimentos das lembranças que o amor e a saudade conseguem produzir, uma mistura de alegria e tristeza difícil de definir, mas comum a todos nós.

Felipe Fernandes

Deixe sua opinião sobre o filme neste post ou nos mande um e-mail dizendo se concorda ou discorda da gente, deixando sua sugestão ou crítica: contato@ratosdecinema.com.

Assine nosso canal e tenha benefícios exclusivos!

catarse LOGO
Patreon_LOGO

Além disso, não deixe de curtir nossa página no Facebook, Youtube, Twitter e Instagram e participar!