Aves de Rapina

(2020, Birds of Prey) De Cathy Yan. Com Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollett-Bell, Ewan Mcgregor, Rosie Perez, Ella Jay Basco e Chris Messina.

Quem me conhece sabe que eu já cansei de falar aqui como é impressionante a forma que Hollywood consegue tirar projetos de obras ou franquias de fracasso, ou ate mesmo de universos fadados ao esquecimento. Falo isso porque em 2016, Esquadrão Suicida foi considerado um dos piores filmes daquele ano – e como vai ser difícil tirarmos o Coringa escalafobético de Jared Lato da mente.

E eis que em 2020 a melhor personagem daquele fatídico filme (falo de Arlequina) dá às caras em carreira solo e com suas comparsas em Aves de Rapina.

Filme que pertence ao mesmo universo criado em Esquadrão, mas que logo em seu inicio deixa claro o seu distanciamento, o que já começa com um grande acerto. Vemos como Harley Quinn foi se transformando na Arlequina. Tudo muito fluido, bem editado, com cortes rápidos, bem cartunesco e colorido. E a história tenta se basear nessa premissa, colocando um tempero a mais, com o termino de seu relacionamento com Coringa e deixando os vilões de Gothan alvoroçados por sua cabeça.

Fica claro e óbvio que Birds of Pray é um filme da Arlequina e nossa personagem esta muito bem, alternando toda fisicalidade nas boas coreografias de luta, com seu senso de humor um tanto ácido, em sua linha de diálogos bem rápidos e (na grande maioria) das vezes com total coerência da cena em questão.

Isso se dá a grata e honesta direção de Cathy Yan, que eleva à estética ate interessante de Esquadrão Suicida, só que aqui a serviço da história e da personagem, misturando com bons enquadramentos nos momentos de ação e usando de forma inteligente e não viciada a câmera lenta.

Interessante falar de excelente trilha sonora que aqui tem coerência e joga a favor da narrativa. Porém o filme não se sustenta apenas com isso, porque em outros seguimentos o filme peca bastante. A começar por seu vilão interpretado pelo ótimo Ewan McGregor que esta na pele do Mascara Negra. Não sei se é uma regra, mas fica a pergunta, porque a maioria desses vilões tem o tom afetado, gritam bastante e são extremamente caricatos? Tirando isso, o que se vê é um vilão raso em sua concepção.

Outra questão que padece no filme são os coadjuvantes. Temos ate alguns interessantes, mas que não são explorados o suficiente para entendermos suas motivações e muito menos torcer por eles. Tanto é verdade que o time Aves de Rapina só acontece com 10 min antes do fim do filme.

Agora prestem atenção!! Vamos entrar em um ponto polêmico. Entendo que o filme traz o empoderamento feminino, com o seu corpo de atuação composto por mulheres, diretora, produção e roteirista mulheres. Ate aí perfeito, nada a falar, mas por que todos os homens do filme e, principalmente, nas cenas de lutas são dignos de jogos de Playstation 1.

Com uma inteligência de uma ameba, chega a ser constrangedor. Chegou a me lembrar os filmes de comédia dos anos 80, dada tanta imbecilidade. Talvez o tom de cartoon seja uma boa resposta fica a pergunta.

Pra finalizar, Aves de Rapina esta longe de ser um filme horroroso como foi Esquadrão Suicida, mas no fim ele se mostra bobo, totalmente inofensivo, com uma boa personagem, mas que ainda não tem força para carregar uma produção inteira nas costas.

Marcelo Perelo

Deixe sua opinião sobre o filme neste post ou nos mande um e-mail dizendo se concorda ou discorda da gente, deixando sua sugestão ou crítica: contato@ratosdecinema.com.

Assine nosso canal e tenha benefícios exclusivos!

catarse LOGO
Patreon_LOGO

Além disso, não deixe de curtir nossa página no Facebook, Youtube, Twitter e Instagram e participar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s