Resgate (Netflix)

(Extraction, 2020), de Sam Hargrave. Com Chris Hemsworth, Golshifteh Farahani, Rudhrsksh Jaiswal, Randeep Hooda, Sam Hargave e David Harbour.

Resgate, o novo lançamento da Netflix, é o primeiro blockbuster lançado no período de quarentena em que vivemos no momento em que esse texto é escrito. O filme parece uma junção de diversos filmes de ação, mas com o diferencial das suas cenas de ação, a grande razão de existir da produção.

Baseado na Graphic Novel “Ciudad“, escrita pelos irmãos Russo (Vingadores: Ultimato) junto a Andy Parks, o roteiro também é de Joe Russo e muda a ação do Paraguai para Bangladesh – não que isso faça muita diferença, pois Hollywood nesses filmes de ação reproduz todos os lugares da mesma forma. Com alguns ajustes a história poderia facilmente se passar no México ou até mesmo no Brasil.

Na trama, Ovi Mahajan (Rudhraksh Jaiswal) o filho de um grande chefe do crime da Índia é sequestrado pelo chefão do crime de Bangladesh, então um grupo de mercenários é contratado para invadir o país e resgatar o adolescente. Esse grupo tem como homem de frente Tyler (Chris Hemsworth), um mercenário extremamente habilidoso e sem muito a perder.

Resgate não perde muito tempo para entrar na história. Grande parte do filme é composto por grandes e complexas cenas de ação e em seus momentos de respiro usa cenas para desenvolver minimamente os personagens e a relação entre eles.

Estabelecendo uma paralelo entre os traumas do protagonista e o jovem alvo do resgate, o filme cria uma ligação entre os dois que justifica as atitudes de Tyler em relação a missão.

A cena específica em que descobrimos sobre o passado do protagonista, revela apenas o necessário, um acerto por não incluir elementos inúteis, mas incomoda pela forma expositiva como acontece. Principalmente porque Ovi praticamente explica ao espectador, um artifício desnecessário e forçado.

Os vilões do filme são caricaturas, com pouquíssimas cenas, todas elas bem ruins, buscando mostrar quão mal eles são. O único antagonista com potencial para fazer frente a Tyler, ganha até uma história, buscando uma dramaticidade que não funciona.

Mas o principal problema do filme é que ele é muito previsível. Parece um apanhado de idéias que já encontramos em outros filmes do estilo. O próprio trailer já entregava muito e a falta de elementos que possam surpreender o espectador prejudica a experiência.

Na direção do longa, temos a estréia de Sam Hargrave, um experiente diretor de dublês, responsável pela construção das coreografias das cenas de ação dos filmes dos irmãos Russo com a Marvel, além de diversos outros filmes de ação dos últimos anos. Nesse quesito o filme é um grande espetáculo.

As cenas de ação remetem a filmes como John Wick e Atômica, são cenas dinâmicas, repletas de tensão, muito bem coreografadas, tendo seu auge em um plano sequência de 11 minutos que impressiona por sua construção e complexidade.

 Chris Hemsworth é um ator que se estabeleceu como o Thor do universo Marvel e agora parece buscar novos rumos para sua carreira. Não que seu trabalho aqui seja repleto de novidades, mas seu personagem é um homem amargurado, que carrega um peso dramático interessante.

Hemsworth convence como herói de ação, tanto nas cenas coreografadas, como nas cenas em que o protagonista se arrasta ferido pelas ruas de Bangladesh. Outro destaque fica por conta do jovem Jaiswal, que consegue com bem pouco fazer com que nos importemos com seu personagem.

Resgate é um filme de ação que entrega exatamente o que promete. excelentes cenas de ação, um fiapo de história com os excessos típicos do gênero, mas que consegue com pouco criar uma relação entre os personagens principais. É entretenimento, puro escapismo.  

Felipe Fernandes

Deixe sua opinião sobre o filme neste post ou nos mande um e-mail dizendo se concorda ou discorda da gente, deixando sua sugestão ou crítica: contato@ratosdecinema.com.

Assine nosso canal e tenha benefícios exclusivos!

catarse LOGO
Patreon_LOGO

Além disso, não deixe de curtir nossa página no Facebook, Youtube, Twitter e Instagram e participar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s