Destaques Dos Lançamentos Da Semana – 21/01

De um clássico da música Nacional ganhando às telonas à uma delicada e profunda pérola do cinema Mexicano, Janeiro segue surpreendendo com mais uma semana cheia de grandes estreias nas salas de cinema e nos streamings. Não só de homenagem à Legião Urbana se fará a lista de estreias dessa semana. Um grupo de mulheres fabulosas também homenageiam a importância das mulheres no mundo altamente masculino dos espiões, também promete muita ação e lacração com um toque mais realista. A segunda guerra segue rendendo grandes filmes e os fãs do gênero podem curtir mais uma historia repleta de suspense e tensão. Já os fãs daquelas histórias com toques bizarros e desconcertantes, à lá Tim Burton, podem se deliciar com uma animação original Netflix, importante ressaltar que para adultos, que promete chocar com um teor altamente inquietante. Alguns filmes que figuraram nos cinemas nos útimos tempos, sobre os quais já falamos aqui em outras semanas tambem chegam aos streamings: O último Duelo, de Ridley Scott (Star) e Resident Evil : Bem-Vindo a Raccoon City (Payperview e VoD). Tem opção pra todos os gostos.

Eduardo e Mônica

Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? Eles eram nada parecidos, ela de leão, ele 16, se conheceram numa festa estranha com gente esquisita e o resto é história. Mas não é qualquer história, a trajetória de um dos casais mais queridos do rock nacional que chega enfim aos cinema, Eduardo e Monica, e seu inusitado romance cantado por gerações. Faroeste Caboclo foi o primeiro projeto a dar vida aos personagens saídos das músicas da banda Legião Urbana. Os produtores gostaram tanto dos resultados, que embarcaram também em Eduardo e Mônica. O diretor René Sampaio também está de volta no projeto que traz Alice Braga e Gabriel Leone como o casal cheio de sintonia. O filme era um dos filmes nacionais mais esperados do verão e promete levar bastante gente aos cinemas, inclusive toda uma nova geração entrando em contato pela primeira vez com as músicas que moveram uma geração.

Eduardo e Monica (2022). De René Sampaio. Com: Alice Braga, Gabriel Leoni, Bruna Spinola, Victor Lamoglia.

Disponível: Cinemas

As Agentes 355

O Mundo dos espiões já ganhou algumas grandes mulheres, mas segue sendo majoritariamente masculino. As Agentes 355 chega dando carteirada com um elenco feminino de tirar o fôlego Lupita Nyong’o, Jessica Chastain, Diane Kruger, Penelope Cruz e Bingbing Fan. Quando uma organização global de mercenários ameaça adquirir uma arma ultrassecreta que pode destruir o mundo, uma agente da CIA Mace Brown, vivida por Jessica Chastain reúne um grupo de mulheres extraordinárias para salvar o mundo.  O filme é também uma homenagem às verdadeiras espiãs que mudaram a história do mundo. De acordo com Jessica Chastain , uma das produtoras do filme, “‘355’ era o codinome da primeira espiã mulher durante a Revolução Americana. Ela existiu, mas ninguém sabe o nome verdadeiro dela até hoje”. O filme promete uma visão mais realista do universo dos espiões, cheio de quebra cabeças e muita ação.

The 355 (2022). De Simon Kinberg. Com: Diane Kruger, Lupita Nyong’o, Penélope Cruz e Bingbing Fan.

Disponível: Cinemas

Munique: No Limite da Guerra

As perspectivas e histórias sobre a Segunda Guerra Mundia Parecem insegotáveis e o cinema certamente não se abstém de explorá-las. Baseado no livro homônimo de Robert Harris, Munique: No Limite da Guerra, não é necessariamente uma história real. Um emocionante thriller político que usa elementos históricos reais como pano de fundo. George MacKay é Hugh Legat, Secretário do Primeiro Ministro Britânico Neville Chamberlain, interpretado por Jeremy Irons, na primavera de 1938, quando Chamberlain Lutava para prevenir o início da Segunda Guerra, quando Hitler ameaçava invadir a Checoslováquia. A história segue os esforços do jovem diplomata alemão Paul (Jannis Niewöhner) para contrabandear um documento para seu colega ex-aluno da Universidade de Oxford Hugh (George MacKay), agora secretário particular de Chamberlain.

The Edge of war (2022). De Christian Schwochow. Com Liv Lisa Fries, George MacKay, Jannis Niewöhner, Nick Wymer.

Disponível: Netflix

The House

O mundo das animações segue a todo vapor. The house, animação original da Netflix, promete surpreender e chocar com um quê de Wes Anderson encontra com Yorgos Lanthimos. Um humor ácido que usa a técnica de Stop Motion para agravar o teor assustador que conversa com alguns de nossos maiores temores. O filme é dividido em 3 histórias que se passam na mesma casa, acompanhando Diferentes personagens em diferentes momentos. O filme certamente não é para o público infantil e as vozes de Matthew Goode, Helena Bonham Carter e Mia Goth são o to que final que compõe com os elementos perturbadores das histórias. Para os fãs de histórias bizarras com toques perturbadores o filme certamente é uma boa pedida.

The House (2022). De Paloma Baeza, Emma De Swaef, Niki Lindroth von Bahr e Marc James Roels. Com Matthew Goode, Helena Bonham Carter e Mia Goth.

Disponível : Netflix

Que Mal Eu fiz a Deus ? 2

Que Mal Eu fiz a Deus? É uma das comedias francesas de maiores sucessos dos últimos anos no Brasil levando mais de 100mil pessoas aos cinemas, causando grande surpresa e proporcionando a existência de uma continuação. Uma família francesa com pais tradicionalmente preconceituosos volta a lidar com o fato de que as filhas se casaram com filhos de imigrantes, um chinês, um muçulmano, um judeu e um africano. Esse segundo filme tenta explorar os relacionamentos e as vidas das filhas, expandindo e aprofundando a história, a medida que os pais seguem tentando se desconstruir, ainda que a duras penas. Dificilmente a continuação atingira o sucesso do primeiro filme, mas o filme pode surpreender e garantir algumas boas risadas.

Qu’est-ce qu’on a encore fait au Bon Dieu?(2019). De Phillippe Chauveron. Com: Élodie Fontan, Christian Clavier, Chantal Lauby, Ary Abittan, Médie Sadoun, Noom Diawara e Frédéric Chau.

Disponível : AppleTv, Now, Google Play, YouTube Movies, Vivo Play

Los Lobos

Um olhar intimista e delicado para maternidade e a irmandade, o diretor Mexicano, Samuel Kish, em seu segundo longa volta a se direcionar a vida no contexto da migração. Com um olhar delicado ao universo de quem está a margem pela perspectiva das crianças, Los lobos acompanha a história de dois irmãos Max e Leo e sua família que migra para os EUA, assim como milhares de outras famílias, em busca do “sonho americano”, a ideia de uma vida melhor. Assim como Projeto Flórida, filme que se pode relacionar a Los Lobos de muitas maneiras, a história vista pelo olhar das crianças adiciona uma camada de inocência ao mesmo tempo que critica e coloca o dedo na feriado da sociedade estadunidense e capitalista. O filme foi indicado a vários prêmios, incluindo 13 indicações ao Prêmio Ariel (incluindo Melhor Filme).

Los Lobos (2019). De Samuel Kishi. Com Martha Reyes Arias, Maximiliano Nájar Márquez, Leonardo Nájar Márquez

Disponível : AppleTv, Now, Google Play, YouTube Movies, Vivo Play

Deixe sua opinião sobre os filmes neste post ou nos mande um e-mail dizendo se concorda ou discorda da gente, deixando sua sugestão ou crítica: contato@ratosdecinema.com.

Assine nosso canal e tenha benefícios exclusivos!

catarse LOGO

Além disso, não deixe de curtir nossa página no Facebook, Youtube, Twitter e Instagram e participar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s