Arquivo por Autor

Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro

por

CRÍTICA: Histórias Assustadoras Para Contar no Escuro, de André Ovredal. Por Marcelo Perelo.

Anúncios

Ted Bundy: A Irresistível Face do Mal

por

TED BUNDY: A irresistivel Face do Mal, de Joe Berlinger. Por Marcelo Perelo.

Annabelle 3: De Volta Para Casa

por

CRÍTICA: Annabelle 3: De Volta Para Casa, de Gary Douberman. Por Marcelo Perelo.

Godzilla 2 – Rei dos Monstros

por

CRITICA: Godzilla 2 – Rei dos Monstros, de Michael Dougherty. Por Marcelo Perelo.

Não Olhe

por

Crítica: NÃO OLHE, de Assaf Barnstein. Por Marcelo Perelo

Alita – Anjo de Combate

por

CRÍTICA: Alita – Anjo de Combate, de Robert Rodriguez. Por Marcelo Perelo.

Escape Room

por

CRÍTICA: Escape Room, de Adam Robitel. Por Marcelo Perelo

Aquaman

por

Aquaman, de James Wan Com Jason Momoa, Amber Heard, William Dafoe, Patrick Wilson, Nicole Kidman e Dolph Lundgren.

Cadáver

por

CADÁVER – Crítica por Marcelo Perelo.

Bohemian Rhapsody

por

BOHEMIAN RHAPSODY, de Bryan Singer. Por Marcelo Perelo.

Nasce Uma Estrela

por

Crítica: Nasce uma Estrela, de Bradley Cooper. Por Marcelo Perelo.

Venom

por

Venom, de Ruben Fleischer. Por Marcelo Perelo.

Slender Man – Pesadelo Sem Rosto

por

Crítica: Slender Man – Pesadelo Sem Rosto, por Marcelo Perelo

Missão Impossível – Efeito Fallout

por

Crítica: Missão Impossível – Efeito Fallout, de Christopher McQuarrie. Por Marcelo Perelo.

Jurassic World: Reino Ameaçado

por

Crítica: Jurassic World – Reino Ameaçado, de Juan Antonio Bayona, por Marcelo Perelo.

A Noite que Devorou o Mundo

por

La Nuit a Dévoré le Monde, de Dominique Rocher Com  Anders Danielsen Lie, Golshifteh Farahani, Denis Lavant

Estranhos 2: Caçada Noturna

por

O Cinema tem uma particularidade muito engraçada, em vários casos, uma boa idéia pode se transformar em algo muito, mas muito ruim. Concordo que isso pode soar bem estranho e incoerente, mas como… Continuar lendo

Rampage – Destruição Total

por

Estamos aqui novamente para mais uma resenha sobre um game para as telonas, mas este, na verdade, com uma peculiaridade; o game em questão não transita no panteão dos mais jogáveis e famosos, mas sim meio que esquecido nos idos de 1986 e tendo sua ultima versão em 2006. Estamos falando da franquia Rampage, que chega as telonas com um aliado de peso. A grande pergunta que esta no ar: E ai, o filme é bom? Vale a pena, ou é mais uma adaptação genérica de um game? Vamos saber agora. Clique e descubra:

Um Lugar Silencioso

por

Crítica: Um Lugar Silencioso, de John Krasinski. Por Marcelo Perelo.

Jogador Número 1

por

Caros amigos leitores, são essas experiências inesquecíveis que me fazem amar o cinema! Sabem por que? Venham comigo e embarquem na mais nova aventura de um dos principais diretores da historia do cinema:… Continuar lendo